Logo Blog.easytravelshop

Porto de Galinhas impressiona pela beleza e piscinas naturais

Porto de Galinhas impressiona pela beleza

O litoral brasileiro tem praias lindas de Norte a Sul do país. Mas apenas alguns destinos conseguem reunir belezas naturais com infraestrutura hoteleira e de entretenimento. É o caso de Porto de Galinhas, um dos melhores destinos de praia do Brasil. O balneário pernambucano tem cenário natural que impressiona.

Localizado na cidade de Ipojuca, Porto de Galinhas tem praias com vastos coqueirais, areias brancas, águas verde-esmeralda transparentes, piscinas naturais, atrações históricas, artesanato e rica gastronomia. É excelente opção para quem gosta de mergulhar ou apenas relaxar ao sol.

O destino tem 18 quilômetros de praias lindas como Porto de Galinhas, Camboa, Muro Alto, Pontal de Cupe, Maracaípe, Pontal de Maracaípe, Enseadinha, Serrambi e Toquinho.

Passeio de buggy em Porto de Galinhas
Selfie humana em Maracaípe durante passeio de buggy (Foto: Travelpedia)

 

Passeios de barcos e catamarãs levam a locais paradisíacos nos arredores de Porto de Galinhas. Entre eles a Praia dos Carneiros, no município de Tamandaré; a Praia de Calhetas, em Cabo de Santo Agostinho; Ilha de Santo Aleixo, em Sirinhaém; e Maragogi, em Alagoas na divisa com Pernambuco.

Outros programas divertidos são os passeios de jangada – de preferência durante a maré baixa – para as muitas piscinas naturais da região; e de buggy, cujo roteiro de ponta-a-ponta passa pelo Pontal de Maracaípe, Praia de Maracaípe, Porto de Galinhas, Cupe e Muro Alto, onde há uma parada para banhos e mergulho. Há opções, inclusive, opções disponíveis com 6 horas de duração e combos com dois e três passeios.

Porto de Galinhas
Foto: Travelpedia

 

O centrinho de Porto de Galinhas é muito charmoso e concorrido com restaurantes, bares e lojas. É lá que está um grande portal com o nome do destino e ponto de parada para as fotos. Uma feira de artesanato reúne barracas de artesanato e comidas típicas. Os preços são bem atrativos. E não deixe de fazer uma selfie junto com às galinhas de palha de coqueiro espalhadas pela região.

A origem do nome

Praia de Muro Alto em Porto de Galinhas
Praia de Muro Alto em Porto de Galinhas (Foto: Pixabay)

 

Uma lenda que circula entre os moradores de Porto de Galinhas conta a origem do curioso nome do lugar. De acordo com alguns relatos históricos, tudo teria começado logo após a abolição da escravatura no Brasil, quando negros africanos continuavam a chegar clandestinamente ao país vindos da África. Para evitar a fiscalização no porto de Recife, os navios negreiros eram desviados para uma praia próxima, onde os escravos eram desembarcados escondidos em engradados de galinhas-d’angola. Em seguida ao desembarque os contrabandistas chamavam os interessados nos escravos gritando: “Tem galinha nova no porto!”.

Talvez essa seja a origem do nome da vila de pescadores criada no local e que, um século depois, se transformaria em um badalado balneário do litoral pernambucano.

Piscinas naturais
Piscinas naturais em Porto de Galinhas
Jangadas nas piscinas naturais (Foto: Travelpedia)

 

Porto de Galinhas tem várias piscinas naturais, principalmente na praia central. Elas se formam durante a maré baixa. Jangadas levam até elas e é impossível não querer mergulhar em suas águas transparentes e mornas, além de repletas de peixinhos coloridos. Mas cuidado para não machucar os pés nos corais. Uma boa dica é utilizar um calçado impermeável.

Ateliê Gilberto Carcará

Como dito anteriormente, as esculturas de galinhas fazem parte do artesanato local. E boa parte delas são produzidas no Ateliê Gilberto Carcará.

Os visitantes são recebidos pelo artista, que mostra os vários tipos de galinhas criadas por ele e produzidas com matéria prima da região. Destaque para as peças entalhadas em tronco de coqueiro. Diversos itens são comercializados no local. Sem dúvida uma interessante lembrancinha da viagem.

Projeto Hippocampus

Passeio educativo e bem interessante, o Projeto Hippocampus trabalha com a conservação dos cavalos-marinhos ameaçados de extinção. O trabalho de pesquisa científica e educação ambiental é desenvolvido pelo Instituto Hippocampus, fundado em 1995.

No Brasil existem três espécies de cavalos-marinhos: Hippocampus reidi, que têm focinho longo; Hippocampus patagonicus, os de focinho curto; e Hippocampus erectus, que são raiados e com tamanho de focinho intermediário entre as outras duas espécies.

Museu das Tartarugas
Tartaruga marinha
Tartaruga marinha (Foto: Tanguy Sauvin/Unsplash)

 

Em Porto de Galinhas a ONG Ecoassociados trabalha pela preservação das tartarugas marinhas e criou o Museu das Tartarugas. Objetivo é conscientizar turistas sobre a importância da espécie. Os visitantes podem observar animais em recuperação, bem como filhotes, cascos e ovos de tartarugas.

É interessante passeio para adultos e crianças. A visita guiada dura cerca de 30 minutos.

Convento de Santo Antônio

Importantes atrativo histórico em Porto de Galinhas, o Convento de Santo Antônio foi fundado em 1606 pelo frei Leonardo de Jesus. Considerado um dos mais antigos do Brasil, foi tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 1937.

Ao lado do convento está a Igreja de Santo Cristo, inaugurada em 1663. Ela guarda uma rara imagem de Jesus crucificado com as mãos para o alto, em uma cruz sem emendas. Durante várias décadas foi destino de romarias e peregrinos. Foi importante marco no povoamento de Ipojuca.

Gastronomia e noites agitadas

Gastronomia pernambucana
Foto: Travelpedia

 

Embora Porto de Galinhas receba muitos visitantes ao longo de todo o ano é nos meses de verão que o destino ganha uma efervescente agitação. Nessa época, milhares de turistas de todas as partes do país e também do exterior chegam em busca das belezas naturais, lazer e entretenimento.

Sons e idiomas se misturam nas ruas estreitas do centro da vila, onde predomina a comercialização do artesanato produzido pelos nativos. E, como não poderia ser diferente, o souvenir mais procurado são as coloridas galinhas de cerâmica. Mas há também redes, bordados, mantas e outros itens.

A gastronomia em Porto de Galinhas é uma atração à parte. Ela atrai primeiro pelo visual e, em seguida, pelos sabores e odores dos pratos preparados à base de peixes e frutos do mar. A cozinha regional tem ainda a carne-de-sol, galinha cabidela e outros.

Quando o sol se põe, bares e boates itinerantes – montadas apenas durante os meses de verão – garantem a diversão dos turistas com muita música que invade as madrugadas. E tem para todos os gostos e estilos – do forró à música eletrônica.

Para quando você for a Porto de Galinhas

Centrinho de Porto de Galinhas
Centrinho de Porto de Galinhas (Foto: Travelpedia)

 

Porto de Galinhas está distante 65 km de Recife, a capital pernambucana. O destino dispõe de infraestrutura de serviços com hospitais, rede de farmácias, supermercados, oficinas mecânicas, agências de viagem, locadoras de automóveis, empresas de passeios ecológicos e de esportes náuticos, bancos, caixas eletrônicos, lan-houses, cybercafés e rede comercial de arte e artesanato.

Como chegar

O Aeroporto Internacional Gilberto Freyre (Guararapes), em Recife, é o mais próximo de Porto de Galinhas. As companhias aéreas GOL, Latam e Azul têm voss diários partindo de São Paulo para a capital pernambucana.

A partir de Recife é possível chegar a Ipojuca de avião de pequeno porte, ônibus, táxi, carro alugado ou transfers privativos ou compartilhados.

Quando ir

O calor típico do Nordeste brasileiros está presente o ano inteiro. A temperatura média anual em Porto de Galinhas é 26º C. No verão fica acima dos 30ºC. Chove no inverno. Para fugir da alta temporada e do tempo chuvoso do inverno, as melhores épocas para viajar são entre os meses de março, setembro, outubro e novembro.

Onde ficar

Atualmente, o Porto de Galinhas conta com mais de 15 mil leitos, distribuídos em 17 grandes hotéis e 230 pousadas. Vale à pena consultar a Associação de Hotéis de Porto de Galinhas – AHPG.

Onde comer

Não faltam boas opções de restaurantes com várias especialidades, sendo predominante os que servem pratos à base de peixes, frutos do mar e da culinária regional. Mas há, também, churrascarias, pizzarias, italianos e japoneses, além de muitos bares.

Foto do destaque: Travelpedia

Matérias mais recentes

Recomendado para você

Notícias mais lidas da semana