Logo Blog.easytravelshop

Buenos Aires: descubra os arredores da capital argentina

Tigre na Argentina

Turistas brasileiros em viagem a Buenos Aires não costumam incluir passeios aos arredores da capital argentina. São destinos ainda pouco explorados e há muito a ser descoberto. Atividades como um passeio de barco pelo Rio Tigre é excelente opção. Bem como ir a museus, conhecer construções históricas e visitar uma das maiores igrejas gótica da América Latina. Se tiver tempo vele à pena cruzar o Rio da Prata e dar um pulinho no vizinho Uruguai. A seguir algumas boas sugestões:

Tigre

Buenos Aires: Descubra os arredores da capital argentina
Passeio de barco pelo Rio Tigre (Foto: Pixabay)

 

Distante apenas 32 quilômetros do centro de Buenos Aires, a acolhedora cidade de Tigre está há uma hora de trem do terminal ferroviário do Retiro. Destino ideal para passar um dia inteiro, caminhando por suas ruas, curtindo a sombras as árvores, comprando artesanatos e observando com calma as pontes e as fachadas dos casarões coloniais. E quando a fome bater não faltam bons restaurantes para uma refeição típica.

A cidade é cortada pelo Rio Tigre e tem uma série de canais que funcionam como se fossem ruas. Por isso são comuns os píeres em frente às casas.

Delta

Tigre oferece uma linda vista para o Delta do Rio Paraná, o quinto maior do mundo e ao contrário de outros, não está em contato direto com o mar. É o único que deságua em um estuário de água doce, o Rio da Prata. Também é o único do mundo onde a navegação não gera a passagem forçada pelo rio principal, permitindo, assim, navegar por seus mais de 350 rios e córregos que se comunicam. Por isso, o transporte fluvial é o principal na região, seja com as lanchas coletivas, catamarãs turísticos ou embarcações particulares.

Rio Tigre na Argentina
Rio Tigre (Foto: Juan Riera/Unsplash)

 

No caminho para o Delta estão várias ilhotas onde estão pequenos parques.

  • Passeios de barco – As atividades pelo Delta têm duração de 45 minutos (os mais curtos) até duas horas (os mais longos). Em comum entre eles o ponto de encontro entre os rios Tigre e da Prata, que separa a Argentina do Uruguai. Há passeios saindo de Buenos Aires que incluem navegação pelo Delta e almoço no Parrilla Hierro Nordelta.
Porto de Frutos

O lugar tem esse nome porque até meados do século 20 era onde desembarcava a produção de frutas do Delta do Paraná, que posteriormente era comercializado em Buenos Aires. Atualmente funciona como um mercado ao ar livre, onde os frequentadores encontram artigos para o lar, móveis, adorno, acessórios fabricados em cana e vime, produtos de selaria, além de doces deliciosos doces, mel caseiro, flores e, claro, frutas locais. O Porto de Frutos também oferece boas opções para almoçar, além de ser ponto de saída das excursões pelo Delta.

Passeio Victoria

Circuito pitoresco no centro de Tigre através das ruas sinuosas que beiram o rio. Sem dúvida será uma aprazível caminhada por uma região cheia de árvores e casarões coloniais.

Museu de Arte Tigre

Construção magnífica da belle époque argentina, guarda coleção de arte figurativa da Argentina, que abrange desde o final do século 19 até meados do século 20.

San Isidro

Catedral de San Isidro nos arredores de Buenos Aires
Catedral de San Isidro (Foto: David Vives/Unsplash)

 

Às margens do Rio da Prata e a apenas 21 quilômetros de Buenos Aires, a cidade de San Isidro é outra interessante opção de passeio pelos arredores da capital argentina. O destino colonial é uma das paradas do passeio de barco pelo Delta e a principal atração é a imponente Catedral de San Isidro.

Catedral de San Isidro

Localizada na Plaza Mitre, no centro histórico de San Isidro, a igreja tem estilo neo-gótico e sua construção teve início em 1895, sendo que a obra foi concluída apenas em 1906. Sua torre tem pouco mais de 68 metros de altura.

Museu Municipal Pueyrredón

Para quem quer conhecer mais sobre a Argentina, o Museu Histórico Municipal Brigadeiro General Juan Martín de Pueyrredón reúne uma importante coleção de documentos, pinturas e mobiliário antigo argentino. A entrada é gratuita.

Museu do Brinquedo

O Museu do Brinquedo (Museo del Juguete) preserva, promove e amplia as experiências lúdicas e de uso dos brinquedos ao longo da história. O espaço abre portas ao brincar e construir memória, identidade e reflexão sobre o património lúdico. Entre as atividades estão todos os tipos de jogos, desde os de tabuleiro até os modernos eletrônicos.

Hipódromo de San Isidro

Famoso na Argentina e um dos maiores da América Latina, o Hipódromo de San Isidro também é palco do concorrido Festival Lollapalooza.

Hipódromo de San Isidro nos arredores de Buenos Aires
Hipódromo de San Isidro (Foto: Pixabay)

 

Feira de artesanato

Realizada aos finais de semana, a feira de artesanato de San Isidro é uma das mais antigas do país – desde 1971.

Villa Ocampo

Considerada patrimônio mundial pela UNESCO, a Villa Ocampo é uma palacete de estilo italiano atualmente convertido em museu. Originalmente era uma residência de veraneio da família Ocampo, uma das mais nobres da região no século 19. O lindo prédio inclui vários cômodos, uma biblioteca com mais de 12 mil obras em vários idiomas, uma lojinha e um restaurante que serve refeições e chás com vista para um magnífico jardim.

La Plata

La Plata nos arredores de Buenos Aires
Catedral de Imaculada Conceição (Foto: Pixabay)

 

Capital da província de Buenos Aires, foi a primeira cidade da América com um planejamento urbanístico. Fundada em 1870, tem ruas que seguem um padrão de quadrículos com um pequeno parque ou praça a cada seis quadras. O destino é conhecido como “Cidade das Tílias” por causa das muitas árvores que embelezam o cenário.

Museu de La Plata

Maior museu de Ciências Naturais da América Latina, está sob a administração da Faculdade de Ciências Naturais. Abriga mais de 3,5 milhões de objetos da geologia, biologia, zoologia, paleontologia e antropologia. Destaque para os fósseis de mamíferos como um mastodonte, peças do Império Inca e egípcias, além de múmias com cerca de 3 mil anos. Há, ainda, uma importante biblioteca com mais de 32 mil livros.

Catedral de Imaculada Conceição

É a maior construção gótica da América Latina. Tem uma torre com 112 metros de altura de onde dá para avistar toda a região. Um museu conta a história do templo desde o início da sua construção.

República de los Niños

Localizado nos arredores da cidade, esse parque temático da democracia possui um parlamento, Palácio de Justiça, porto, igreja, hotel, ruas, lojas e até um aeroporto em escala para crianças de até 10 anos de idade. Contam por lá que durante uma visita ao local, em 1950, Walt Disney se inspirou para criar a Disneylândia.

A República de los Niños conta ainda com um parque de diversão com carrossel, barco pirata, pedalinho e outros brinquedos.

San Antonio de Areco

 San Antonio de Areco - arredores de Buenos Aires
San Antonio de Areco (Foto: M. DiFulvio/Unsplash)

 

Situada em uma região de planícies que foram percorridas e habitadas pelos gaúchos, originários desta zona. Por isso, várias fazendas ao redor de San Antonio de Areco organizam os “dias gaúchos”, que homenageiam as habilidades tradicionais gauchescas com atividades de equitação e gastronomia – destaque para o “asado” tradicional. Um tour leva à Festa Gaúcha na Fazenda Santa Susana.

O destino tem um bonito centro histórico, onde estão o Museu Gauchesco Ricardo Güiraldes, alguns restaurantes tradicionais e ruas de ladrilho que parecem não ter mudado nos últimos 100 anos.

  • Dia da Tradição – Festival anual realizado em novembro atrai uma multidão para a cidade.

Luján

Luján na Argentina
Basílica Nacional (Foto: Patricio ASC/Unsplash)

 

Distante 68 km de Buenos Aires, é um destino histórico centenário e famoso pela beleza natural do Rio Luján. Lugar ideal para passar um dia no campo. Tem diversas atividades como passeios a cavalo e jogo de polo, além de museus históricos importantes e uma variada proposta gastronômica.

Basílica Nacional

Construída em estilo gótico, impressiona pela beleza e contrasta com a simplicidade do estilo colonial. A igreja honra a Virgem de Luján, padroeira da Argentina e recebe uma multidão de fiéis ao longo do ano.

San Fernando

Natureza e história dão o tom em San Fernando, cidade que está a menos de uma hora em trem, apenas 30 km, de Buenos Aires. Entre os principais atrativos estão o Palácio Sans Souci, Palácio Municipal, Quinta El Ombú, Palácio Belgrano (Otamendi), Museu de la Ciudad San Fernando de la Buena Vista, Paróquia Aránzazu e Biblioteca e Museu Popular Juan Nepomuceno Madero. Também é possível visitar as ilhas e conhecer a Reserva de Biosfera Delta do Paraná.

Palácio Sans Souci

Considerado um dos edifícios mais representativos do país, o Palácio Sans Souci, construído entre 1914 e 1918, tem arquitetura inspirada nos cânones do Renascimento de Versalhes (estilo neoclássico francês).

Reserva de Biosfera Delta do Paraná

Área com mais de 85 mil hectares, abriga exemplares da fauna silvestre nativa como os veados do pântano e capivaras. O lugar tem também alguns empreendimentos agrícolas sustentáveis, atividades artesanais e ecoturismo.

Colônia do Sacramento

Colônia do Sacramento no Uruguai
Colônia do Sacramento (Foto: Pixabay)

 

Como já disse, a cidade uruguaia de Colônia do Sacramento está separada da Argentina pelo Rio da Prata. A partir de Buenos Aires são 50 km de navegação até o destino que é considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO.

Fundada em meados do século 17, ainda conserva parte da arquitetura da época. Aspectos que podem ser vistos nas ruas de pedras que lembram muito Paraty, no Rio de Janeiro.

Entre os principais pontos de interesse turístico estão a Calle de Los Suspiros, Puerta de Campo, Plaza de Armas, Bastión del Carmen, Av. General Flores, Farol de Colônia, Basílica del Santíssimo Sacramento, Puerto de Yates e o Museu dos Azulejos, que guarda mais de 3 mil peças originais.

Foto do destaque: Tigre (Gaston Abascal/Unsplash)

Matérias mais recentes

Recomendado para você

Notícias mais lidas da semana