Logo Blog.easytravelshop

Vinícolas charmosas do Chile para curtir e saborear

Vinícolas charmosas do Chile para curtir e saborear

Não é de hoje que o Chile é considerado um dos melhores produtores de vinho do mundo. Além disso, o que não falta por lá são vinícolas charmosas. Para quem está em Santiago e dispõe de tempo, vale muito à pena visitar os roteiros do vinho chileno. Os passeios saem capital chilena e percorrem propriedades das regiões vinícolas do país.

A indústria do vinho encontrou solos férteis nos vales entre a Cordilheira dos Andes e o Oceano Pacífico. O clima único dessa região, que alia as baixas temperaturas com a maresia e umidade do mar, favorece a produção de excelentes uvas. Portanto, o resultado são os vinhos frutados e de sabor marcante, que cada vez mais conquista o paladar de apreciadores da bebida.

Vale de Maule no Chile
Vale de Maule (Foto: Chile Travel/divulgação)

 

Os vinhedos chilenos ocupam mais de 200 mil hectares e estão nas regiões do Vale de Colchagua, Vale de Maule, Vale de Casablanca, Vale de Curicó e Vale de Maipo – a mais próxima de Santiago. Em cada uma delas há dezenas de vinícolas de variados portes. Juntas elas produzem cerca de um milhão de litros de vinho anualmente.

Nos roteiros de enoturismo os visitantes têm a oportunidade de viver a experiência de percorrer as plantações, as antigas fazendas, conhecer os processos de produção, as adegas subterrâneas e, no final, degustar algumas das melhores cepas do mundo.

As visitas devem ser agendadas com antecedência. Entretanto, aqui você pode contratar passeios em grupo ou privativos às espetaculares vinícolas Concha y Toro, a mais visitada da América do Sul, e Undurraga.

Vinícola Undurraga

Vinícolas charmosas do Chile para curtir e saborear
Vale de Maipo (Foto: Chile Travel/divulgação)

 

É uma das vinícolas mais charmosas e históricas do Vale de Maipo. Fundada em 1885, está situada na cidade de Talagante. A Undurraga é a segunda mais visitada do Chile.

Durante o tour guiado – em espanhol ou inglês – os visitantes percorrem as plantações, conhecem a fábrica e o método de produção – da fermentação das uvas ao processo de envelhecimento e engarrafamento. Por fim, degustam alguns dos vinhos mais destacados nas adegas subterrâneas da propriedade.

Vinícola Concha y Toro

Vinícola Concha y Toro no Chile
Vinícola Concha y Toro (Foto: Pixabay)

 

Localizada na região de Pirque, no Vale de Maipo, a Concha y Toro é a maior vinícola do Chile. Além disso, é a principal produtora de vinhos da América Latina com exportação para 170 países. Fundada em 1883, tem entre os seus rótulos mais tradicionais o Casillero del Diablo, Don Melchor e Marques de Casa Concha.

É uma das mais conhecidas pelos brasileiros em viagem pelo Chile. O tour guiado oferece uma experiência completa e divertida para os amantes de vinho. No roteiro estão os parreirais, a fábrica e as adegas. E, claro, também inclui a degustação de três vinhos produzidos por lá.

Don Melchor’s Collector Experience
Don Melchor’s
Don Melchor’s Collector Experience (Foto: Divulgação)

 

Uma das maiores referências em vinhos chilenos de excelência. Proporciona uma imersão completa no fascinante universo deste emblemático e premiado vinho. Os apreciadores do Cabernet Sauvignon poderão explorar as origens e o delicado processo por trás da produção do Don Melchor, vinho cuja safra 2018 atingiu 100 pontos no James Suckling.

Os visitantes poderão desfrutar dos luxuriantes jardins criados pelo designer francês Guillaume Renner que contam com espécies de todo o mundo. Também viverão a experiência na casa de veraneio da família Concha y Toro, que se mantém fiel ao estilo original. Em seguida, exploram a histórica adega, onde o icônico vinho envelhece em barris de carvalho francês. Por fim, a degustação inclui uma seleção de três terroir Puente Alto, que deram origem a Don Melchor.

A experiência termina com uma visita ao exclusivo Don Melchor Collection Room, onde estão todas as safras Don Melchor, desde o seu lançamento em 1987.

Histórica Santa Rita

Vinícola Santa Rita no Chile
Adega da Vinícola Santa Rita (Foto: Travelpedia)

 

Distante 60 quilômetros de Santiago, na zona de pré-cordilheira do Alto Jahuel, em Buin, no Vale de Maipo, a vinícola faz parte da história chilena e está rodeada por uma paisagem natural única. Durante a luta pela independência do país, cerca de 120 soldados se refugiaram em suas adegas. A antiga proprietária os acolheu, tratou os feridos e forneceu alimentos. Esse episódio histórico deu origem a um dos vinhos mais emblemáticos da propriedade, o mundialmente conhecido 120.

Museu Andino na Vinícola Santa Rita
Museu Andino na Vinícola Santa Rita (Foto: Travelpedia)

 

A estrutura da Santa Rita dispõe do restaurante Doña Paula, o Café La Pañaderia e o Museu Andino. O tour guiado inclui visita ao charmoso jardim com as variedades de cepas, os vinhedos, a fábrica, o processo de envelhecimento nas adegas e o engarrafamento. No final há a degustação de três tipos de vinhos.

The Wine Experience na Alyan

Vinícola Alyan (Foto: Reprodução)

 

Considerada uma vinícola boutique, oferece uma experiência que une enoturismo com pôr do sol (Alyan Sunset) e um jantar exclusivo. É a The Wine Experience. A vinícola Alyan é tradicional no Chile e está localizada na região de Pirque. Criada em 2001, oferece tour guiado com degustação de três taças de vinho antes da refeição.

Errázuriz no Vale do Aconcagua

Vale de Aconcagua tem vinícolas charmosas
Vale de Aconcagua (Foto: Chile Travel/divulgação)

 

Localizada no Vale do Aconcagua, a apenas 12 quilômetros do Oceano Pacífico, a vinícola Errazuriz apresenta um cenário encantador. Ela é a única no Chile com cinco vinhos ícones na linha de produção. O passeio guiado termina com a degustação de quatro taças de vinhos reserva.

Vinho orgânico na Emiliana

Vale de Casablanca no Chile
Vale de Casablanca (Foto: Chile Travel/divulgação)

 

Há apenas 50 minutos de Santiago, no Vale de Casablanca, a Emiliana é a maior vinícola orgânica do mundo. As uvas produzidas lá não têm nenhum tipo de fertilizante químico. O vinho é, portanto, totalmente natural e com sabor único. Durante o tour os visitantes aprendem sobre o processo orgânico da produção.

Por causa da pandemia de Covid-19 as visitas foram suspensas e devem retornar em breve.

Vinícola Santa Cruz

Vinícola Santa Cruz
Vinícola Santa Cruz (Foto: Chile Travel/divulgação)

 

A pequena vinícola Santa Cruz, localizada no Valle de Colchagua, produz uvas das cepas Carmérnère, Carbernet Sauvignon, Syrah, Malbec, Merlot e Petit Verdot. O tour começa com um passeio de teleférico, que leva até o Cerro Chamán. Além da bela vista da vinícola e da região, há um observatório e um museu que tem no acervo alguns meteoritos. Um outro museu na entrada do vinhedo expõe carros e motocicletas, o que não deixa de ser uma surpresa no local.

O passeio também mostra aos visitantes o processo de produção e envelhecimentos dos vinhos em toneis de aço e em barris de carvalho. Por fim, a esperada degustação com três taças de vinhos. Para quem quiser esticar a visita, o restaurante da Santa Cruz serve pratos da culinária chilena e também internacional harmonizados com o vinho mais apropriado.

Fica a dica!

A melhor época para visitar as vinícolas chilenas é entre os meses de fevereiro e abril. Esse é o período de transição entre o verão e outono, quando as parreiras ficam carregadas de uvas. Também é o início das colheitas nas vinícolas. E das divertidas vindimas, as festas que comemoram a produção da fruta no ano.

Foto do destaque: Sernatur/divulgação

Matérias mais recentes

Recomendado para você

Notícias mais lidas da semana