Logo Blog.easytravelshop

Ramadã: o que é preciso saber antes de viajar

Ramadã: dicas para viajar tranquilo

O Ramadã é uma tradição da religião islâmica e celebra a primeira revelação do Alcorão a Maomé, líder religioso árabe que os muçulmanos acreditam ter acontecido no nono mês do calendário islâmico.

Ao contrário do calendário gregoriano, que conta os anos pelas voltas que a Terra gira em torno do Sol, o islâmico é baseado nos meses lunares. Assim, o Ramadã é uma data móvel e, em 2023, acontece de 22 de março a 21 de abril.

Para os mais de 1,9 bilhão de muçulmanos do mundo inteiro, o Ramadã é um período de consciência espiritual. Assim, eles praticam jejum (sawm) durante o dia, que é obrigatório para todos os considerados adultos.

Meca durante o Ramadã
Meca durante o Ramadã (Foto: Pixabay)

 

O jejum começa logo após a Suhoor (refeição realizada antes do nascer do sol) e termina com o Iftar (logo após o pôr do sol). Seu propósito é permitir que os filhos de Alá se aproximem dele e cresçam espiritualmente. Os fiéis devem permanecer, da alvorada ao pôr do sol, sem ingerir alimentos (incluindo água) e nem manter relações conjugais.

Além disso, o jejum durante o Ramadã é acompanhado de orações e tempo dedicado aos entes queridos. É comum que familiares e amigos se reúnam para comerem o Iftar.

Gastronomia no Ramadã

Ramadã: dicas para viajar tranquilo
Foto: DET/divulgação

 

O Ramadã tradicionalmente termina com uma celebração conhecida como Eid al-Fitr, que pode ser traduzida como “festival de quebra de jejum”. As comemorações podem durar até 3 dias e é muito comum as pessoas confraternizarem e trocarem presentes entre si.

Normalmente é preparado um banquete gastronômico que oferece delícias da culinária local como vários tipos de sopas, carnes, frutas, legumes e doces de acordo com o país.

Na Arábia Saudita, por exemplo, a celebração inclui invariavelmente o Mugalgal, um prato típico com carne de cordeiro picada, arroz e tomates. Há, também, o Debyazah, um doce feito de nozes, pistache, damascos amêndoas e figos.

  • Alguns restaurantes e cafés fecham durante o dia. No entanto, eles reabrem após o pôr do sol e permanecem abertos até tarde na noite.
  • Muitos restaurantes e praças de alimentação nos principais shoppings funcionam normalmente durante o dia. Porém, as áreas de alimentação ficam cobertas por divisórias e as janelas são escurecidas para cumprir os regulamentos religiosos.
  • Serviços de entrega de comida e take-away também estão disponíveis. Porém, todos os alimentos devem ser consumidos apenas em espaços privados.
  • Os hotéis oferecem café da manhã e almoço para não-muçulmanos que não praticam o jejum.
  • Restrições de álcool se aplicam durante o Ramadã. Porém, alguns hotéis e outros locais licenciados pelo governo podem continuar a servir bebidas alcoólicas turistas não-muçulmanos.
  • Supermercados e shoppings funcionam normalmente e ficam abertos até tarde da noite para atender aqueles que estão em jejum.
  • Vários locais de varejo oferecem atrativos descontos sazonais durante este período.

Vale viajar durante o Ramadã?

Ramadã: dicas para viajar tranquilo
Foto: DET/divulgação

 

Mas muitos viajantes ainda têm dúvidas sobre viajar para países islâmicos durante o período do Ramadã. A boa notícia é que viajantes não-muçulmanos são dispensados do jejum. Porém, é necessário respeitar aqueles que estão realizando o jejum, não oferecendo comida, por exemplo.

Em Dubai, por exemplo, considerado o mais turístico dos destinos que integram os Emirados Árabes Unidos, os visitantes conseguem aproveitar as atrações locais como em qualquer outra época do ano.

Durante o período do Ramadã, estabelecimentos como restaurantes e lojas, permanecem totalmente abertos, não impactando o planejamento de viagem. Além disso, alguns locais têm horários estendidos para que as pessoas possam fazer compras, socializar e passear depois do desjejum.

Assim, o mês do Ramadã é oportuno para quem deseja conhecer melhor a cultura do país. Entre os muitos eventos realizados no destino estão os seguintes:

Ramadan Night Market

É um mercado popular que funciona durante a noite e oferece uma grande variedade de produtos, como, por exemplo, roupas e decoração. Além disso, há grande variedade de opções culinárias, da comida árabe tradicional à gastronomia internacional.

Museu Etihad
Museu Etihad em Dubai
Museu Etihad (Foto: DET/divulgação)

Visitantes também podem conhecer o Museu Etihad, dedicado à história dos Emirados Árabes Unidos, que durante o Ramadã em Dubai, possui uma programação especial.

Sheikh Mohammed Centre for Cultural Understanding
Sheikh Mohammed Centre for Cultural Understanding
SMCCU (Foto: DET/divulgação)

 

Também é possível aprender sobre as tradições e costumes dos EAU no SMCCU. Ao longo do Ramadã em Dubai, os visitantes podem experimentar como é este mês para os locais. Ou seja, vivenciarem uma experiência que inclui a quebra do jejum com um delicioso Iftar. Bem como um passeio pela mesquita, onde os anfitriões explicam como e porque os muçulmanos rezam.

Shoppings centers
Mall of the Emirates em Dubai
Mall of the Emirates (Foto: DET/divulgação)

 

Os complexos de compras também oferecem atrativos no período do Ramadã em Dubai. Por exemplo: além do horário de funcionamento estendido, das lojas e restaurantes, há também opções de entretenimento ao vivo, como música tradicional e apresentações de dança.

Address Beach Resort
Address Beach Resort
Eid al-Fitr no Address Beach Resort (Foto: DET/divulgação)

 

O Address Beach Resort está a 300 metros da Praia da Marina, em Dubai. Suas duas torres de 77 andares (ligadas por uma ponte panorâmica) dispõem de restaurantes e uma piscina de borda infinita na cobertura a quase 300 metros de altura que proporciona uma vista incrível da cidade. Durante o Ramadã, oferece um menu árabe tradicional com entradas, pratos principais e sobremesas típicas.

Dubai Opera
Buffet típico no Opera Dubai
Buffet típico no Opera Dubai (Foto: DET/divulgação)

 

Localizado no coração da cidade, o Dubai Opera oferece durante o Ramadã um buffet de comida tradicional com toques modernos e muita variedade.

SERVIÇO

City tours

Para conhecer os principais atrativos de Dubai existem várias possibilidades de city tours. Um deles, por exemplo, percorre as cinco atrações mais visitadas: Jumeirah Beach com Burj Al Arab ao fundo, Marina de Dubai, The Dubai Fountain, além de um jantar no Hotel Armani e subida no Burj Khalifa.

Passeio de helicóptero

Ótima alternativa para descobrir Dubai por um outro ângulo é fazer um passeio de helicóptero e sobrevoar a famosa ilha Palm Jumeirah, as construções icônicas até o imponente Burj Khalifa.

Ônibus panorâmico Hop-On Hop-Off

Explore a cidade no seu próprio ritmo com passeios flexíveis de ida e volta com paradas nos mais famosos atrativos de Dubai. Com o ônibus panorâmico Hop-On Hop-Off os turistas podem descer, visitar o que for do seu interesse e depois retornar ao veículo para seguir o seu passeio. São três diferentes rotas. Guia eletrônico através de fones de ouvido gratuitos com comentários pré-gravados sobre a cidade e disponíveis em 12 idiomas. É possível comprar ingressos para um, dois ou três dia.

Cruzeiros

Tour de uma hora pela marina e pela ilha em um tradicional barco (Dhow) de madeira. Além disso, há, também, a opção de um cruzeiro noturno com jantar e show ao vivo. Ele acontece diariamente a bordo do Luxury Glass Enclosed Dhow, barco que navega pelas margens do Dubai Water Canal. O passeio de aproximadamente duas horas oferece vistas deslumbrantes do skyline do emirado mais famoso do mundo.

Yellow Boat

Outra opção para um emocionante passeio de barco. O Yellow Boat oferece a possibilidade de apreciar os ícones de Dubai com uma perspectiva diferente – desde o mar.

Fica a dica!
  • Durante o Ramadã é de bom tom utilizar a expressão “Ramadan Mubarak”, que significa “Feliz Ramadã!”, para felicitar os muçulmanos ao longo do mês de jejum;
  • Use roupas discretas, que cubram os ombros, joelhos e os calcanhares. Portanto, roupas de banho devem ser usadas apenas na praia ou piscinas;
  • Além disso, evite se alimentar em ambientes com pessoas que estão praticando o jejum. Não esqueça que comer, beber e fumar são estritamente proibido em locais públicos do nascer ao pôr do sol. Exceções são as áreas designadas em hotéis, shoppings e alguns restaurantes internos;
  • Por fim, também evite demonstrações públicas de afeto. Elas são geralmente desaprovadas nos Emirados Árabes Unidos.
Foto do destaque: Pixabay

Matérias mais recentes

Recomendado para você

Notícias mais lidas da semana