Logo Blog.easytravelshop

Nova York ao ar livre o ano todo

Nova York ao ar livre o ano todo

Apesar de ser uma das maiores metrópoles do mundo com muitos prédios icônicos, avenidas movimentadas, museus fantásticos e atrativos vibrantes e surpreendentes, Nova York também dispõe de muitas praças, parques e áreas verdes. E que podem ser curtidas o ano inteiro. Até durante o rigoroso inverno.

Central Park

Central Park em Manhattan
Central Park -(Foto: Jermaine Ee/Unsplash)

 

O Central Park é lindo no verão e fascinante no inverno. Muda o cenário, mas mantém inabalado o encanto do parque mais visitado dos EUA, com mais de 40 milhões de visitantes por ano.

Construído artificialmente, é um verdadeiro oásis urbano em meio aos arranha-céus da cidade. Assim, localizado no coração de Manhattan, entre a 59th Street e a 110th Street; e da Fifth Avenue à 8th Avenue, o Central Park é maior que o Principado de Mônaco. São 843 acres de área verde (cerca de 3,4 quilômetros quadrados) onde acontecem muitas atrações e atividades.

Assim, cercado por árvores, lagos e trilhas para caminhada, proporciona entretenimento para adultos e crianças. No seu interior estão um zoológico, lagos, fontes, campos para piquenique e quadras.

No inverno, a partir do final de outubro até o começo de março, duas pistas de patinação no gelo atraem muita gente: a Wollman Rink, recreativa e para iniciantes; e a Lasker Rink, para patinadores com experiência e para a prática de hóquei.

Carruagem no Central Park
Central Park (Foto: Travelpedia)

 

Portanto, prepare-se para caminhar muito ou alugue uma bicicleta. Entretanto, se estiver acompanhado, com pouco tempo ou não estiver a fim de pedalar, a opção é fazer um passeio de carruagem – de uma hora – através dos seus principais pontos turísticos.

Em um giro pelo parque os visitantes encontram Os seguintes atrativos:

  • Boathouse Café;
  • Central Park Mall;
  • Bethesda Fountain – Uma das fontes mais famosas do mundo;
  • The Great Lawn – O grande gramado e seus campos de beisebol e basquete;
  • Circuito de corrida – Tem 2,4 quilômetros ao redor do lago Jacqueline Kennedy Onassis Reservoir utilizado pelos praticantes de corridas;
  • Zoo – Foi usado como cenário do filme “Madagascar”;
  • Castelo Belvedere – Construído no século 19 em cima de uma das rochas não artificiais no parque;
  • Vista Rock;
  • Sheep Meadow – Um agradável lugar para descansar ao lado do restaurante Tavern on the Green;
  • Shakespeare Garden – Um jardim com plantas e flores mencionadas em obras de Shakespeare;
  • Naumburg Bandshell – Edifício neo-clássico construído em 1923, único no parque, e onde são realizados eventos musicais.
Memorial Strawberry Fields
Memorial Strawberry Fields no Central Park
Memorial Strawberry Fields (Foto: Pixabay)

 

Por fim, o Central Park guarda também um tributo a John Lennon. O memorial Strawberry Fields é um dos locais mais visitados do parque. O símbolo à paz está no lugar onde o ex-Beatle gostava de frequentar. O espaço fica próximo ao prédio onde Lennon morava, o Dakota Building (West Side, entre a 71th Street e a 74th Street).

Bryant Park

Bryant Park em Nova York
Bryant Park (Foto: Travelpedia)

 

Agradável opção para uma paradinha para descansar entre um passeio e outro em Nova York. Localizado no centro de Manhattan, o Bryant Park não é grande, mas é onde os locais costumam frequentar para dar uma relaxada no horário do almoço.

O parque tem um grande gramado cercado por árvores e muitos bancos e mesinhas com jogos. Além disso, há vários quiosques com lanches, comidas e bebidas.

Ótimo local para ler um livro, fazer um piquenique ou apenas tomar um sorvete ou café. Em volta há vários quiosques com lanches, comidas e bebidas. No verão são realizadas exibições de filmes gratuitos e aulas de ioga, dança e Tai Chi. Já no inverno, o gramado se transforma em uma pista de patinação no gelo e também acontece o festival Winter Village.

High Line Park

High Line Park em Nova York
High Line Park (Foto: Travelpedia)

 

O parque linear entre Meatpacking District e West Chelsea foi construído em uma antiga linha férrea elevada desativada com mais de 2,5 quilômetros de extensão e a oito metros do chão. Além disso tem 27 mil metros quadrados e recebe mais de 5 milhões de visitantes anualmente.

Descolado como poucos, o High Line Park possui jardins, árvores, bancos para leitura e descanso, bem como bebedouros, quiosques de alimentação e ótimas vistas do Rio Hudson ao longo de dez quadras – da rua 12 até a 30.

Battery Park

Battery Park em NYC
Battery Park (Foto: Pixabay)

 

Localizado na ponta mais ao Sul de Manhattan, na região da Wall Street, o Battery Park oferece ótimas vistas do Rio Hudson, bem como da baía e da Estátua da Liberdade. É de lá que partem as balsas que levam à Estátua da Liberdade.

O parque é uma ilha verde em meio aos imponentes edifícios comerciais da região. É frequentado por trabalhadores na hora do almoço e após o expediente.

Washington Square Park

Washington Square Park em NYC
Washington Square Park (Foto: Pixabay)

 

Conhecido pelo monumento semelhante ao Arco do Triunfo, esse parque fica na região do Village, ao lado da Universidade de Nova York. Músicos de rua tocam entre suas fontes e árvores enquanto nova-iorquinos jogam xadrez.

Brooklyn Bridge Park

Brooklyn Bridge Park em NYC
Brooklyn Bridge Park (Foto: Pixabay)

 

Às margens do Rio East e ao lado da Ponte do Brooklyn, o parque dispõe de áreas para a prática de diversas atividades, além de uma das melhores vistas para a ilha de Manhattan.

Brooklyn Heights

Brooklyn Heights em NYC
Brooklyn Heights (Foto: Bernd Dittrich/Unsplash)

 

Esse bairro do Brooklyn, pertinho da famosa ponte do Brooklyn, tem as townhouses mais charmosas de Nova York, na sua maioria construídas antes da Guerra Civil. Além de ser bastante arborizada, e com vista incrível do skyline de Manhattan, Brooklyn Heights parece um sonho.

New York Botanical Garden

New York Botanical Garden no Bronx
New York Botanical Garden (Foto: NYC & Company/Julienne Schaer/divulgação)

 

O Jardim Botânico do Bronx é bem maior que o do Brooklyn, e conta com shows sazonais mais interessantes (de trenzinhos no Natal, de orquídeas, entre outros). Ele tem um tram que você pode utilizar para se locomover nas diferentes partes do parque. Para quem viaja com crianças, tem uma área infantil bem bacana.

São 250 acres da mais pura beleza da natureza. O jardim botânico é o maior da Big Apple. O site do NYBG tem até mapas onde é possível checar as cores das folhagens.

Brooklyn Botanic Garden

 Brooklyn Botanic Garden em NYC
Brooklyn Botanic Garden (Foto: Rhythm Goyal/Unsplash)

 

Já o Jardim Botânico do Brooklyn é compacto, mas bem completo. Há tours gratuitos à disposição dos visitantes. O site do jardim botânico mostra um mapa com as plantas que estão florescendo no período da visita.

Wave Hill

O Wave Hill é um centro cultural com um jardim de 28 acres. Está localizado no Bronx e tem vista para o Rio Hudson. É uma mistura de jardim botânico com um local para apreciar arte. Além disso tem uma vista espetacular.

The Vessel

The Vessel em Nova York
The Vessel (Foto: Evelyn Akhmerov / Unsplash)

 

Embora esteja temporariamente fechado, o The Vessel já é um dos principais pontos turísticos de Nova York. Lançado em 2019, é a praça central do complexo imobiliário Hudson Yard.

Projetada por Thomas Heatherwick e Heatherwick Studio, a obra de arte interativa permite que as pessoas possam desfrutar de novas perspectivas da cidade, vista de diferentes alturas, ângulos e pontos de vista.

The Vessel é composto por 154 lances de escada intricadamente interconectados – quase 2,5 mil degraus e 80 patamares. A subida vertical oferece vistas notáveis da cidade, do rio e além.

Por fim, o acesso à base do térreo é gratuito e aberto ao público de segunda a sábado, das 10h às 20h, e domingo, das 11h às 19h, sem necessidade de reserva.

SERVIÇO

Big Bus Tour em NYC
Big Bus em Nova York (Foto: divulgação)

 

  • Ônibus turístico – Se você está em Nova York pela primeira vez e quer conhecer a cidade, a melhor maneira de ver tudo é embarcar em um ônibus turístico Big Bus – os famosos Hop-On Hop-Off. Há diferentes rotas, de aproximadamente 2h30 cada, com paradas em pontos estratégicos, em que é possível subir e descer dos ônibus quantas vezes quiser. Já o Night Tour não permite o embarque e desembarque, porém, proporciona uma experiência diferente de conhecer os marcos da cidade à noite com suas iluminações especiais.
  • Passeio de helicóptero – Uma experiência inesquecível é ver os principais pontos turísticos de NYC de cima. Várias empresas oferecem o serviço com sobrevoos de 15 minutos durante o dia e também à noite.
  • CityPass – Oferece descontos de até 25% nas principais atrativos turísticos da cidade de Nova York ao longo de nove dias consecutivos. Inclusive, o CityPass possibilita a entrada rápida em várias atrações.
  • Guias Turísticos – Para otimizar os passeios em Nova York é possível contratar o serviço de guias turísticos – em português – por três, quatro, seis e até oito horas. Os horários são flexíveis e os percursos são feitos à pé pela cidade.
  • City Tour – Do mesmo modo é possível contratar um city tour que percorre os principais pontos de interesse na Big Apple. Com guias falando português podem ser em grupo ou privativos. Disponíveis por três, quatro, seis e até oito horas.
Foto do destaque: Central Park (Pixabay)

Matérias mais recentes

Recomendado para você

Notícias mais lidas da semana