Logo Blog.easytravelshop

Natal é a estrela do turismo potiguar

Natal, a linda capital do Rio Grande do Norte, como não poderia ser diferente recebe a atenção da maioria dos turistas. E os visitantes têm muito para ver e curtir. A começar pelas mais de 20 praias e os cenários paradisíacos com dunas douradas e mar límpido e tranquilo. Um dos destaques turísticos é o maior cajueiro do mundo.

Fundada em 25 de dezembro de 1599 (daí a origem do nome), Natal também é conhecida como “Cidade do Sol”. A riqueza cultural da cidade tem raízes na colonização holandesa e portuguesa. Além disso, recebeu uma importante base militar dos Estados Unidos durante a II Guerra Mundial.

Para conhecer os principais atrativos turísticos de Natal há city tours que passam pela Via Costeira, chegando à região das praias urbanas com vista panorâmica do Forte dos Reis Magos; os bairros de Santos Reis, Rocas e Ribeira e a Catedral Metropolitana. Outros passeios têm como destinos as praias do litoral sul e do litoral norte – este último de buggy.

Forte dos Reis Magos
Natal é a estrela do turismo potiguar
Forte dos Reis Magos (Foto: Canindé Soares/Emprotur/divulgação)

 

Edificação em forma de estrela de cinco pontas na Praia de Ponta Negra, foi a primeira construção de Natal. O Forte dos Reis Magos foi erguido pelos portugueses sobre recifes com cascalho de ostras, óleo de baleia, areia e pedras. Ele conserva os canhões que miram o mar.

Os milhares de turistas que visitam a atração anualmente podem observar o mar aberto, a imponente ponte Newton Navarro sobre o Rio Potengi e o manguezal repleto de caranguejos.

Praia de Ponta Negra
Praia de Ponta Negra em Natal
Praia de Ponta Negra (Foto: Emprotur/divulgação)

 

É a praia mais visitada pelos turistas em Natal. É nela que está localizado o famoso Morro do Careca, o ponto turístico mais conhecido do estado potiguar. Com águas tranquilas, a praia é ideal para famílias com crianças. Além disso, é boa para a prática de atividades aquáticas como surfe, kitesurf, windsurfe e stand-up paddle, bem como passeios de jangada.

A Praia de Ponta Negra concentra grande parte dos hotéis e restaurantes da cidade. O point a beira-mar é opção ideal para quem curte relaxar e degustar espetinhos de camarão acompanhado por uma cerveja bem gelada.

  • Mercado de Ponta Negra – Localizado na Praia de Ponta Negra, reúne várias lojinhas que comercializam produtos típicos e arte potiguar. Além disso, tem restaurantes onde é possível experimentar pratos da culinária potiguar. Funciona de segunda a sábado, das 7h às 21h30; e domingo, das 7h às 20h.
Morro do Careca
Morro do Careca em Natal
Morro do Careca (Foto: Canindé Soares/Emprotur/divulgação)

 

A Praia de Ponta Negra, a mais movimentada de Natal, apresenta uma peculiaridade em seu visual: o Morro do Careca, uma duna gigante com pouco mais de cem metros e ladeada pela Mata Atlântica. Ele é um dos principais cartões-postais do Rio Grande do Norte.

Centro de Artesanato

O prédio do antigo presídio no século passado, atualmente abriga o melhor do artesanato potiguar. As velhas celas foram transformadas em lojinhas, onde são comercializadas rendas de bilro, garrafas de areia colorida e artesanatos diversos. No andar superior funciona uma galeria de arte contemporânea e de antiguidades.

A antiga igrejinha na área externa é atualmente um museu de ex-votos (objetos talhados em madeira para o pagamento de promessas de fieis católicos) com peças de todo o Nordeste.

O restaurante do local propicia uma privilegiada vista do Forte dos Reis Magos, as praias do centro da cidade e as dunas do litoral norte.

  • Forró com TuristaDestaque no Centro de Artesanato, o concorrido ponto de encontro reúne às quintas-feiras,  turistas e locais para curtir o verdadeiro forró pé de serra nordestino, repentistas e comida típica da culinária potiguar.
Centro Histórico

Localizado na Cidade Alta, o Centro Histórico de Natal guarda vestígios do passado colonial da cidade. Lá estão antigas igrejas, como a Matriz de Nossa Senhora da Apresentação (1694), Igreja do Rosário (1714) e Igreja de Santo Antonio (1766), até prédios do século 19 em estilo neoclássico. Destaque para o Palácio Potengi, onde funciona a Pinacoteca do Estado.

Parque das Dunas
Parque das Dunas em Natal
Parque das Dunas (Foto: Emprotur/divulgação)

 

O Parque das Dunas de Natal é o segundo maior parque natural em área urbana do país, atrás apenas da Floresta da Tijuca, no Rio de Janeiro. Ele tem mais de mil hectares de dunas e Mata Atlântica.

Uma parte do parque, o Bosque dos Namorados, é aberta à visitação. Nele estão três diferentes trilhas, sendo uma delas para crianças. Elas terminam em mirantes de frente para o mar da Via Costeira. A infraestrutura do local conta ainda com uma pista para caminhada, parques infantis, anfiteatro para eventos, um restaurante e uma lanchonete, bem como museus e áreas de pesquisa ambiental.

Carnatal

Natal realiza também o maior Carnaval fora de época do Brasil, o Carnatal. O grandioso evento acontece anualmente no começo do mês de dezembro, na Praça de Eventos da Arena das Dunas, reunindo cerca de um milhão de pessoas em quatro dias de festa.

Via Costeira

 

Via Costeira em Natal
Via Costeira (Foto: Canindé Soares/Emprotur/divulgação)

 

Com 10 quilômetros de extensão, a via litorânea liga Ponta Negra às praias do centro da cidade. Nela estão alguns dos hotéis 5 estrelas da cidade. Ao trafegar pela Via Costeira é possível apreciar o mar de um lado e do outro a Mata Atlântica e as dunas de areia.

Farol da Mãe Luiza

Localizado no topo de uma duna na Praia da Areia Preta, o Farol da Mãe Luiza proporciona vista panorâmica da cidade e do litoral. Administrado pela Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte, pode ser visitado gratuitamente, mas abre ao público apenas aos domingos, das 14h às 17h.

O farol ganhou esse nome em homenagem à parteira Mãe Luiza, uma mulher conhecida por ajudar grávidas, bem como por ser muito solidária com os moradores da região.

Arredores de Natal

Barreira do Inferno

Primeira base aérea de foguetes da América do Sul, o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI) fica no município de Parnamirim, a 12 quilômetros do centro de Natal. Sob os cuidados da Força Aérea Brasileira, a base possui foguetes e aviões em exposição.

Praia de Pirangi
Maior cajueiro do mundo em Pirangi no RN
Cajueiro de Pirangí, em Parnamirim (Foto: Emprotur/divulgação)

 

Também em Parnamirim, a Praia de Pirangi, no litoral sul, tem águas tranquilas e mornas.  Bastante concorrida de dezembro até o carnaval, é uma das preferidas dos moradores da região. Escunas e lanchas levam até as piscinas naturais (parrachos) para mergulhos e até churrascos.

  • Maior cajueiro do mundo – Listado no Guiness Book desde 1994, o maior cajueiro do mundo fica na Praia de Pirangi. Plantada em 1888, a árvore ocupa uma área de 8,5 mil metros quadrados. Estima-se que em sua maior safra, entre os meses de setembro e dezembro, produza cerca de 80 mil cajus – mais ou menos 2 toneladas de fruta.
Lagoa de Pitangui

A atração natural está localizada no município de Extremoz, a 23 quilômetros ao norte do centro de Natal. Lugar ideal para quem procura tranquilidade e deseja passar momentos de relaxamento junto à natureza. A Lagoa de Pitangui tem quiosques dentro da água e que fazem a alegria dos turistas.

Dunas de Genipabu
Rio Grande do Norte é destaque no Nordeste
Dunas de Genipabu (Foto: Emprotur/divulgação)

 

No município de Extremoz também estão as Dunas de Genipabu com suas areias douradas e águas cristalinas. O cenário é o que podemos chamar de paradisíaco.

Os passeios de buggy são a melhor maneira de conhecer o lugar. Como dizem por lá, é possível fazer o roteiro com emoção e sem emoção. Ou seja, o motorista pode fazer o itinerário tradicional (sem emoção) ou subindo as dunas de lado com o veículo (com emoção) e garantindo muita adrenalina.

Outra possibilidade nas Dunas de Genipabu é andar de dromedário, o mamífero africano que se adaptou perfeitamente à região.

Praia de Genipabu
Praia de Genipabu no RN
Praia de Genipabu (Foto: Canindé Soares/Emprotur/divulgação)

 

Outro destaque em Extremoz, a bela Praia de Genipabu é para aproveitar em um dia inteiro. Como já disse, os passeios de buggy cruzam as dunas e levam até lagoas, onde é possível descer as dunas fazendo o chamado “aerobunda”, uma espécie de tirolesa que termina dentro d’água.

Praia de Maracajaú
Parrachos em Maracajaú no Rio Grande do Norte
Parrachos em Maracajaú (Foto: Emprotur/divulgação)

 

Localizada em Maxaranguape, a 54 quilômetros de Natal, o destaque da Praia de Maracajaú são as piscinas naturais. Conhecidas como “parrachos”, elas convidam a um mergulho em suas águas cristalinas em alto mar.

Diariamente são realizados passeios de lanchas até as piscinas naturais, distantes 7 quilômetros da praia, onde os turistas podem mergulhar com snorkel e apreciar os cardumes de peixes coloridos.

Foto do destaque: Canindé Soares/Emprotur/divulgação

Matérias mais recentes

Recomendado para você

Notícias mais lidas da semana